skip to Main Content
Veja Como Emitir O CIOT De Forma Efetiva E Saiba Quem, De Fato, Deve Utilizá-lo

Veja como emitir o CIOT de forma efetiva e saiba quem, de fato, deve utilizá-lo

De olho na atuação regular da sua transportadora, preparamos esse artigo falando sobre a emissão e utilização do CIOT

Atuar no ramo de transportadoras não é fácil e, além de todos os desafios para uma gestão impecável, as responsabilidades são imensas, pois, a sua empresa passa a ser responsável por transportar bens de terceiros, primando sempre pelo cuidado e, também, pelo cumprimento das entregas dentro do prazo estipulado.

E é certo que você já percebeu o tamanho desse desafio, desde o primeiro momento em que decidiu empreender, pois, para atuar de forma regular, precisou encarar uma série de trâmites burocráticos no processo de abertura de empresa e escolha do regime tributário do seu negócio.

Mas engana-se se pensa que para por aí, e é exatamente por isso que falaremos de algo imprescindível para a regularidade de transportadoras e autônomos – o CIOT.

Portanto, feita introdução, vamos falar do que interessa!

CIOT – O que é?

CIOT é uma sigla que representa o Código Identificador da Operação de Transportes, sendo que o transportador autônomo de cargas (TAC), já está bastante habituado com esse Código, por conta dos trâmites de pagamento de serviços.

Mas, o que a sigla CIOT representa, de fato?

Bom, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) disponibiliza um cadastro referente à operação de transportes, que é feito através de um sistema eletrônico.

Realizado o cadastro, a transportadora ou o autônomo recebe uma série de números, cujo objetivo é propor uma regulamentação para a categoria, com o objetivo de fiscalizar o pagamento referente ao frete na prestação de serviço feita pelo transporte rodoviário de cargas.

Portanto, para ter uma maior profundidade no assunto, veja a Resolução 3.658/11, que foi a responsável pela criação do CIOT.

Arabescos Gif Lp Transportadoras - Contabilidade no Ipiranga | Contábil ArabescosPowered by Rock Convert

A quem se destina o CIOT?

A legislação (de 2011) é bastante clara quanto a quem deverá gerar o CIOT:

  • Todo e qualquer contratante de serviço de transporte rodoviário de carga que contrata de um TAC (transportador autônomo de carga) ou equiparado para efetuar algum serviço de transporte.

Porém, em 2019, a legislação sofreu alteração, através da Resolução 5.862, estendendo a obrigatoriedade, com o “CIOT para todos”, no entanto, a resolução ainda não está em vigor, por conta da pandemia da covid-19.

Onde posso gerar o código

Conforme já foi dito, o contratante tem a obrigação de realizar o cadastro, que é via sistema da ANTT, e tudo isso é feito através da Instituição de Pagamento de Frete Eletrônico (IPFE), onde, após o cadastro, o código é gerado.

Lembrando que tudo é feito de forma GRATUITA.

Conte com a parceria da Arabescos!

Já viu que atuar de forma regular exige conhecimento e tempo do gestor, não é mesmo?!

Mas, para atuar em plena conformidade, as coisas não param por aqui.

Você precisa ter uma contabilidade impecável, que seja uma fiel cumpridora de todas as obrigações e que possa, de fato, gerir as suas contas de forma efetiva.

Esse suporte você tem conosco, da Arabescos, contabilidade especializada em transportadoras.

Com nosso apoio, você conta com especialistas para atuarem lado a lado com você e realizarem uma gestão profissional e alinhada com os seus objetivos, sempre atentos à legislação e suas alterações, de modo que a sua transportadora atue sempre de forma regular.

Portanto, não hesite em nos contatar!

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Arabescos! Somos uma contabilidade para transportadoras no Ipiranga – SP.

Siga-nos no Facebook: @contabilarabescos

Sucesso e até a próxima!

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *